No restaurante, Fernando acaba de contar a Carminho e Manuel que deu tudo a Carlota. Carminho está muito indignada e diz que ele só pode estar maluco. Percebem que Carlota pode dispensar os dois e perderem os seus empregos. Carlota aproxima-se da mesa e puxa uma cadeira para si. Mostra as fotografias que incriminam Fernando, uma delas Fernando está exaltado a falar com Álvaro, e outra Fernando agarra os colarinhos de Álvaro e o momento em que o empurra. Carminho olha perplexa para as fotografias e diz que não está a perceber. Carlota diz que quem matou o Álvaro foi o Fernando. Carminho fica chocada e Hortense olha-os, incrédula com o que acabou de ouvir. Fernando olha para Carlota, completamente mortificado. Marta e Guilherme assistem da mesa deles, igualmente incrédulos com o que ouvem. Nicolau também ouviu e Carlota permanece calma. Carminho acha que é uma piada de mau gosto e diz que só pode ser uma montagem. Hortense aproxima-se e pergunta se é verdade pois o filho dela Quim, foi acusado da morte de Álvaro e morreu na prisão. Hortense olha em choque para Fernando. Este sente-se cada vez mais encurralado. Hortense cambaleia, sente-se mal. Fernando levanta-se para a ajudar, mas Nicolau adianta-se e segura Hortense, diz a Fernando para se afastar. Carminho acha que só pode ter sido um acidente e Fernando reage dizendo que sim. Carlota chama-lhe ladrão e assassino, quando Mariana sai de trás do biombo do restaurante depois de ouvir tudo. Fernando tenta ir atras da filha, mas ela não quer ouvir nada.

Fernando vem a casa de Carminho explicar-se, diz que o que aconteceu não passou de um acidente e que Álvaro tropeçou. Carminho acha que ele tinha todas as razões para matá-lo depois de ele ter descoberto o desfalque. Fernando assume que fez o desfalque com a ajuda de Carlota. Salvador acusa-o de ter deixado um inocente morrer na prisão. Manuel pede que ele saia depois de Carminho lhe dizer que nada desculpa ele ter ficado em silencio sobre o que aconteceu.

Palavras-chave

Aproveite esta oferta especial, assine a TvMais por apenas €1,30/edição. ASSINE JÁ

Mais no portal