Na noite do último domingo, 16 de janeiro, foram escolhidos os 5 concorrentes que vão para a final do “The Voice Portugal”. Depois de uma gala de grandes emoções, eis que os participantes das quatro equipas foram apurados. Saiba quem são:

João Leote, da equipa Marisa Liz
João cantou Loucura (Sou do Fado), de Carlos do Carmo. Depois da atuação, foi apurado para a final com 61% dos votos, sendo 30% da mentora. “Este programa chama-se The Voice e o João tem a voz! Eu gostava de referenciar que já ouvi vários comentários de que a malta tem de cantar tudo; parece que um cantor tem de ser um malabarista e fazer tudo e mais alguma coisa. O que nós temos de fazer é o que é verdade, ponto.  E se tu és fadista, tu cantas o fado. E ainda por cima és o melhor que aqui passou e tu não precisas de ser mais coisa nenhuma a não seres tu mesmo e estou super orgulhosa de ti. Parabéns!”, elogiou a mentora Marisa Liz.

Mariana Rocha, da equipa Aurea
Interpretou a canção Everybody Hurts, dos R.E.M. e conquistou 59% dos votos. “A Mariana trava ali várias lutas no coração dela. Não só no coração, mas também na cabeça dela. E acho que aos bocadinhos vai começando a sarar uma a uma. Isso vai tornando-a numa mulher cada vez mais forte e numa cantora cada vez mais transparente e é extraordinária, é maravilhosa”, disse a mentora Aurea.

Rodrigo Lourenço, da equipa António Zambujo
Cantou Naufrágio, de Amália Rodrigues e conquistou 62% dos votos, sendo 30% do mentor. “O Rodrigo é isto: a verdade dele é essa, é aí em cima do palco. Ele aqui fora do palco está sempre super discreto, às vezes meio agitado. Nós ontem, no ensaio, discutimos algumas coisinhas, ele saiu daqui meio agitado. Mas depois chegaste aqui e fizeste tudo mais ou menos como nós falámos no ensaio e tiveste uma atuação e uma interpretação brilhantes como tens tido todas as vezes”, disse o mentor António Zambujo.

Daniel Fernandes, da equipa Diogo Piçarra
Daniel interpretou a canção Con Te Partirò, de Andrea Bocelli, e com a atuação garantiu 54% dos votos, sendo 20% do mentor. “O Daniel é sempre inesquecível, seja no palco, seja fora dele. Se calhar ele não tem noção disso, mas qualquer pessoa que o conheça acho que é impossível ele não marcar: seja pelo sentido de humor, seja pela sua maneira de ser, seja pela maneira como canta lindamente. Esta música é lindíssima, uma escolha super inteligente e para mim super especial, tem sido tudo da parte dele”, elogiou o mentor Diogo Piçarra.

Edmundo Inácio, da equipa Diogo Piçarra
Edmundo interpretou Sonhos de Menino, de Tony Carreira. A canção popular conquistou 30% dos votos do mentor Diogo Piçarra, mas não foi o suficiente para superar a votação de Daniel Fernandes. Depois de todas as atuações, uma nova votação foi aberta por 10 minutos, e Edmundo foi o escolhido do público. “Tudo parte da cabeça do Edmundo e como disse há algumas fases queria entrar na cabeça deste rapaz. Consegui, mas acho que ele entrou mais na minha”, disse Diogo Piçarra, que ainda perguntou a Edmundo o motivo de escolher uma canção de Tony Carreira: “E por que não, Diogo? Essa é a realidade. Primeiro, acreditava que dificilmente alguém iria trazer Tony. É a primeira vez até agora. Era um desafio para mim poder trabalhar essa música, tentar descontraí-la, trazer novamente a minha parte mais tradicional que eu amo também. E respeitar todas as partes da música portuguesa, faço isso com enorme prazer”, disse o cantor.

Palavras-chave

Aproveite esta oferta especial, assine a TvMais por apenas €1,30/edição. ASSINE JÁ

Relacionados

Mais no portal