Na hamburgueria, Romeu sorri ao ver Chico Inácio que lhe pergunta como soube dele. Romeu diz-lhe que foi um parceiro inesperado e não sabe como agradecer a ajuda. Chico Inácio diz-lhe que só não queria Ângela a rir-se depois do que fez. Romeu lembra a conversa de Ricky sobre o plano que apresentou, quando lhe falou sobre Chico Inácio, e que o ponto fraco dele era a Tânia e se Chico Inácio dissesse a Ângela que a ajudava por causa de Tânia, ela acreditaria.

Ângela muito irritada, liga a Chico Inácio e pergunta o que se passa com o cheque que foi dado como roubado. Chico confirma e diz que ela teve sorte de ele não ter dito que foi roubado por ela. Ângela sente-se encurralada. Pepe chega, quer saber o que se passa para ela estar de mau humor e Ângela conta-lhe.

Chico Inácio desliga a chamada com Ângela e assina os papéis que Romeu lhe entrega, Chico Inácio não aceita nada de Romeu por o ter ajudado, ambos tinham razões para prejudicar Ângela, só uniram forças, pede-lhe apenas um bilhete para um concerto dele no Olympia em Paris. Olha com desprezo para o telemóvel que toca e ao ver que é Ângela.

Romeu entra satisfeito, Mónica diz-lhe que ele está com ótimo ar. Romeu diz-lhe que recuperou a parte da editora que era de Ângela. Ricky chega e Romeu pede para falarem e seguem para o gabinete. Romeu com um ar satisfeito mostra um envelope com os papéis da compra das quotas. Romeu diz a Ricky que correu tudo como planearam e que ele provou ser de confiança. Ricky diz que o ajudou porque queria provar que não é igual à mãe dele e que podia confiar nele. Romeu diz que não o vê ainda como filho, Ricky diz que sabe esperar e pede-lhe um voto de confiança até isso acontecer. Romeu diz que disso é capaz.

Palavras-chave

Aproveite esta oferta especial, assine a TvMais por apenas €1,30/edição. ASSINE JÁ

Relacionados

Mais no portal