Já falta muito pouco para Madalena escapar ao cativeiro. Com Célia a manter a farsa e a enganar tudo e todos, ainda mais agora que descobriu estar grávida. A mãe de Rita vai conseguir regressar a Lisboa e encontrar-se com Gabriel, que lhe dá a mão e lhe conta que a irmã se está a fazer passar por ela. Com a ajuda de Antonieta esconde-a no palacete. Mas o confronto entre as duas não vai demorar.

Decidida a falar com Ulisses, Célia vai ao palacete e é a condessa quem lhe abre a porta e fica surpreendida ao vê-la. De imediato, chama-a de Madalena, alto, de forma a que a mãe de Rita a ouça. Esta ouve e espreita do seu esconderijo. Antonieta diz-lhe que o companheiro de Carolina não está e Célia quer esperar por ele, mas a condessa não deixa. A vilã percebe que a senhora está comprometida e questiona-a sobre o que se passa. É então que a gémea aparece e diz que precisa de falar com ela, deixando-a incrédula.

Magoada, Madalena pergunta-lhe se está triste por ela estar viva. A rival de Ema assegura que não e chama Célia à irmã. Esta passa-se e grita: “Tu roubaste a minha identidade. Eu não sou a Célia. Tu és a Célia”. Mas esta não se deixa ficar e assegura que o acidente de ter-lhe afetado a cabeça. Fora de si, a amada de Gabriel atira-se à irmã e começa a agredi-la. Preocupada, Antonieta chama por ajuda, quando vê Célia a ser projetada para a sala e a cair no chão, correndo o risco de perder o bebé que carrega no ventre.

Palavras-chave

Aproveite esta oferta especial, assine a TvMais por apenas €1,30/edição. ASSINE JÁ

Relacionados

Mais no portal