É um caso que está a chocar o Brasil e não só. Klara Castanho, atriz de 21 anos, viu-se obrigada a escrever uma carta aberta nas redes sociais para contar a sua dolorosa história. 

Tal aconteceu depois de, no final da semana passada, a atriz Antonia Fontenelle ter feito um vídeo no YouTube a revelar que uma jovem atriz da Globo tinha engravidado e dado o filho para adoção. Informações que alegadamente teve da parte do colunista Leo Dias. Não disse o nome da jovem em questão, mas falou do caso com repulsa e em tom acusatório. “Pediu que o hospital apagasse a entrada dela no hospital e pediu que nem queria ver o filho”, afirmou Fontenelle, acrescentando depois em tom explosivo:  “A coisa que mais me doeu foi: cadê essa criança?”.

Com a situação tornada pública, começaram a surgir rumores de quem seria essa jovem atriz. Depressa se chegou ao nome de Klara Castanho. Nas redes sociais, as acusações aumentavam, com muitos internautas a mostrarem indignação quanto ao caso. Com a pressão crescente e a história a ficar fora do controlo, a jovem atriz tomou uma decisão drástica: veio a público e contou o que aconteceu através de um comunicado publicado nas redes sociais. 

“Este é o relato mais difícil da minha vida”, começa por escrever a jovem, declarando que não imaginava que um dia precisasse de se expor desta forma tão pública. É então que revela ter sido violada. “Relembrar esse episódio traz uma sensação de morte, pois algo morreu em mim”. Acrescenta que não estava na sua cidade quando tal aconteceu e que não apresentou queixa junto às autoridades por vergonha e culpa. “Tive a ilusão de que se fingisse que isso não aconteceu, talvez eu esquecesse, superasse. Mas não foi o que aconteceu”.

Conta que tomou a pílula do dia seguinte e tentou focar-se no trabalho e família, mas sempre sentido o peso da situação traumática que viveu. Meses depois descobriu que tinha engravidado na sequência desse abuso. A notícia foi dada quando procurou ajuda médica por sentir que algo não estava bem com o seu corpo. “Fui informada que eu gerava um feto no meu útero. Sim, eu estava quase no término da gestação quando soube”. Revela que contou ao médico que tinha sido violada. “Não teve nenhuma empatia por mim”, garante. “Esse profissional me obrigou a ouvir o coração da criança, disse que 50% do DNA eram meus e que eu seria obrigada a amá-lo”. 

“Ainda estava tentado juntar os cacos quando tive de lidar com a informação de ter um bebé. Um bebé  fruto de uma violência que me destruiu como mulher. Eu não tinha (e não tenho) condições emocionais de dar para essa criança o amor, o cuidado e tudo o que ela merece ter”, acrescenta Klara Castanho. 

O parto aconteceu poucos dias depois da descoberta da gravidez. O bebé foi dado para a adoção, com a atriz a afirmar: “Tomei a atitude que considero mais digna e humana”. Klara destaca que este processo deve garantir o sigilo para a mãe biológica e criança. “Ao reconhecer a minha incapacidade de exercer esse cuidado, eu optei por essa entrega consciente e que devia ser segura”.

Mas a história não ficou segura. Klara diz que, ainda no bloco de parto, depois do nascimento do bebé, foi abordada por uma enfermeira. “Ela fez perguntas e ameaçou: ‘Imagina se tal colunista descobre essa história’” Conta que quando chegou ao quarto já tinha mensagens da parte da imprensa a questionarem se tinha dado à luz. “Eu ainda estava sob o efeito da anestesia. Eu não tive tempo de processar tudo aquilo que estava vivendo, de entender, tamanha era a dor que estava sentindo”. Conseguiu apenas pedir para que nada fosse publicado. Aponta ao dedo a quem esteve ao seu lado na instituição de saúde e acompanhou o processo:  “Os profissionais que deviam ter me protegido em um momento de extrema dor e vulnerabilidade, que têm o dever legal de respeitar o sigilo da entrega, não foram éticos, nem tiveram respeito por mim e nem pela criança”. 

A história acabou por sair a público de forma deturpada, considera a atriz, o que a levou a ver-se na obrigação de falar. “A notícia se tornou pública, e com ela vieram mil informações erradas e ilações mentirosas e cruéis. Vocês não têm noção da dor que eu sinto. Tudo o que fiz foi pensado em resguardar a vida e o futuro da criança. Cada passo está documentado e de acordo com a lei”, ressalva.  “Como mulher, eu fui violentada primeiramente por um homem e, agora, sou reiteradamente violentada por tantas outras pessoas que me julgam”. 

Klara Castanho está agora a cuidar da sua saúde mental e física, recebendo o forte apoio da família. “A verdade é dura, mas essa é a história real. Essa é a dor que me dilacera”. Recorde-se que a atriz fez sucesso ainda criança, em muitos papéis em novelas da Globo, entre elas “Viver a Vida”, de 2009, e “Amor à Vida”, de 2013.

Palavras-chave

Passe o seu verão na companhia da TvMais! Assine a sua revista favorita, nós oferecemos-lhe mais 6 meses grátis. ASSINE JÁ

Mais no portal

Mais Notícias

As férias de verão de Filipa Nascimento antes de ser mãe

As férias de verão de Filipa Nascimento antes de ser mãe

Efluentes suinícolas

Efluentes suinícolas "alimentam" sistemas de rega de prados em Salvaterra de Magos

Ikea e Electrify America vão instalar 200 postos de carregamento rápido nos EUA

Ikea e Electrify America vão instalar 200 postos de carregamento rápido nos EUA

A diversidade importa

A diversidade importa

Era uma vez uma maravilhosa preta da Guiné

Era uma vez uma maravilhosa preta da Guiné

Urgências pediátricas ou obstétricas encerradas em Faro, Caldas da Rainha e Almada

Urgências pediátricas ou obstétricas encerradas em Faro, Caldas da Rainha e Almada

Ainda vamos a tempo de salvar a Amazónia? Ponto de não retorno pode estar ao virar da esquina

Ainda vamos a tempo de salvar a Amazónia? Ponto de não retorno pode estar ao virar da esquina

O poder dos comentários negativos e como lidar com a crítica (que nos magoa tanto)

O poder dos comentários negativos e como lidar com a crítica (que nos magoa tanto)

Receita de Lírio, tomate biológico e ponzu, por Hugo Rocha

Receita de Lírio, tomate biológico e ponzu, por Hugo Rocha

Vestido rosa

Vestido rosa

Entrevista a Fernando Mendes, apresentador de 'O Preço Certo'

Entrevista a Fernando Mendes, apresentador de 'O Preço Certo'

O Gosto dos Outros: Pedro Lemos

O Gosto dos Outros: Pedro Lemos

Descoberta relação inesperada entre dois dos fatores que causam cancro com maior frequência

Descoberta relação inesperada entre dois dos fatores que causam cancro com maior frequência

Sindicato dos Técnicos de Emergência Pré-Hospitalar pede demissão da direção do INEM

Sindicato dos Técnicos de Emergência Pré-Hospitalar pede demissão da direção do INEM

Salada César de camarão selvagem (para 4 pessoas)

Salada César de camarão selvagem (para 4 pessoas)

A Smiley faz 50 anos e está por todo o lado

A Smiley faz 50 anos e está por todo o lado

3 tendências que fazem furor no mundo da fast fashion

3 tendências que fazem furor no mundo da fast fashion

Ikea: novidades de outono

Ikea: novidades de outono

Samsung Neo QLED QN900B em análise: Há grandes… E depois há enormes

Samsung Neo QLED QN900B em análise: Há grandes… E depois há enormes

Córneas feitas a partir de pele de porco devolvem a visão a 14 pessoas cegas

Córneas feitas a partir de pele de porco devolvem a visão a 14 pessoas cegas

Tiago Teotónio Pereira e Rita Patrocínio estão noivos

Tiago Teotónio Pereira e Rita Patrocínio estão noivos

Azul verão

Azul verão

Xerose cutânea: uma possível consequência de um verão quente e seco

Xerose cutânea: uma possível consequência de um verão quente e seco

A internacionalização como meta para os empresários

A internacionalização como meta para os empresários

Agenda para pais e filhos: agosto é tempo de diversão

Agenda para pais e filhos: agosto é tempo de diversão

Agosto (à borla) na cidade: 30 ideias grátis para fazer em Lisboa e no Porto

Agosto (à borla) na cidade: 30 ideias grátis para fazer em Lisboa e no Porto

Raquel André: Uma Língua Portuguesa afiada

Raquel André: Uma Língua Portuguesa afiada

Como saber se ele está mesmo apaixonado por si?

Como saber se ele está mesmo apaixonado por si?

A seca que varre a Europa em 23 imagens reveladoras

A seca que varre a Europa em 23 imagens reveladoras

Infantas Leonor e Sofia coordenam os 'looks' em Palma de Maiorca

Infantas Leonor e Sofia coordenam os 'looks' em Palma de Maiorca

O festival de Almada e os 30 anos de Vila do Conde

O festival de Almada e os 30 anos de Vila do Conde

JL 1349

JL 1349

VOLT Live: o mercado de elétricos usados

VOLT Live: o mercado de elétricos usados

EUA oferecem recompensa de 10 milhões por informações sobre gangue de ransomware

EUA oferecem recompensa de 10 milhões por informações sobre gangue de ransomware

Os 'truques' que os animais usam para se arrefecerem no verão

Os 'truques' que os animais usam para se arrefecerem no verão

Morreu o estilista japonês Issey Miyake

Morreu o estilista japonês Issey Miyake

O visual inesperado de Letizia em Palma de Maiorca

O visual inesperado de Letizia em Palma de Maiorca

Mais perto da estagflação? Economia contrai, inflação acelera

Mais perto da estagflação? Economia contrai, inflação acelera

Conduzimos o Nissan Ariya em Estocolmo

Conduzimos o Nissan Ariya em Estocolmo

Se acha que esta crise é igual às outras, não está a prestar atenção

Se acha que esta crise é igual às outras, não está a prestar atenção

Ikea e Electrify America vão instalar 200 postos de carregamento rápido nos EUA

Ikea e Electrify America vão instalar 200 postos de carregamento rápido nos EUA

Fogo no Marão com duas frentes em zona de

Fogo no Marão com duas frentes em zona de "difíceis acessos"