Namora desde 2016 com Cristiano Ronaldo e, desde logo, assumiu o papel de mãe de Cristianinho, que na altura tinha apenas seis anos. Entretanto, gerados através de uma barriga de aluguer (tal como o primogénito de Cristiano Ronaldo), também os gémeos Eva e Mateo (nascidos em 2017) foram perfilhados pela argentina e, mesmo depois de dar à luz Alana Martina, Gio jamais fez distinção entre as quatro crianças, independentemente da forma como vieram ao mundo.

Posta a questão pelo El Pais, uma vez que na sua biografia no Wikipédia apenas Alana aparece como sua filha, a modelo não deixa que a polémica se instale. “Nem eu, nem o Cristiano a consideramos minha única filha. Todos os quatro o são e todos me cham de mãe”, justifica sublinhando que “muitas das coisas que são publicadas na internet não são verdadeiras e isso é apenas mais uma coisa que as pessoas não sabem”.

Recorde-se que o casal espera a chegada de mais um casal de gémeos já para abril.



  

Palavras-chave

Aproveite esta oferta especial, assine a TvMais por apenas €1,30/edição. ASSINE JÁ

Relacionados

Mais no portal