Foi há mais de um ano que Sara Carreira morreu na sequência de um violento acidente de viação na A1. Ao volante do carro em que a jovem seguia estava Ivo Lucas, seu namorado, que foi constituído arguido, acusado do crime de homicídio por negligência.

A TvMais teve acesso ao processo que investiga as causas da tragédia e, em concreto, ao depoimento do jovem ator. Em março de 2021, Ivo prestou declarações e, entre as várias revelações que fez, a mais surpreendente foi que ele e Sara já moravam juntos. “Perguntado à data dos factos onde iniciaram a viagem, bem como qual o destino, respondeu que no dia em causa iniciaram a viagem pela manhã na Charneca da Caparica, local onde o arguido residia com a Sara”, pode ler-se.

Às autoridades também contou aquilo que se lembrava do acidente que, na verdade, é muito pouco, pois desse fim de tarde de 5 de dezembro de 2020 só se recorda de “se encontrar de pé, fora do veículo em plena autoestrada”. “Refere ainda que quando pensa no sucedido possui três memórias curtas sobre o acidente, que inicialmente sente o movimento do próprio veículo, depois o raspar e por último encontrar-se já fora do veículo.”

Quando foi abordado por um bombeiro que parou para prestar auxílio, estava em tronco nu e não encontra explicação para tal situação. O jovem disse também no seu depoimento que, nesse mês de março, estava “ainda em recuperação” e que recebia “acompanhamento psicológico”, referindo que, “após o acidente, se isolou, não tendo ainda conseguido superar o trauma”.

Palavras-chave

Aproveite esta oferta especial, assine a TvMais por apenas €1,30/edição. ASSINE JÁ

Mais no portal