Este sábado, dia 23, Ruben Rua foi entrevistado por Maria Cerqueira Gomes para o programa da TVI “Conta-me”. Uma conversa onde o apresentador de 34 anos falou sobre preconceito e dificuldades que viveu.

“Sempre senti muito preconceito. Continuo a sentir muito preconceito. Acho que há muita gente que não sabe [que é licenciado em Ciências da Comunicação]. Acho que há muita gente que sabe e finge não saber. Acho que há muita gente que não procura saber, porque é mais fácil assumir que não tenho um curso ou é mais fácil não valorizar esse meu lado“, começou por expor. 

E esta sensação de não surgiu apenas quando iniciou a vida profissional. “Durante toda a minha vida, habituei-me a ter de mostrar mais o meu valor do que os outros. As coisas chegavam sempre. Mas chegavam sempre tarde. Sempre aprendi a ter de me sacrificar muito por elas, a ter de demonstrar que merecia alguma coisa, na minha vida”, acrescentou.

Como exemplo, fala de um problema contra o qual lutou quando era muito jovem: “A gaguez apareceu-me aos 12 anos”. Uma situação com a qual aprender a lidar e que ultrapassou: “Não sei se é normal aparecer tão tarde. As origens podem ser muitas. Um trauma…”, continua, explicando que associa a situação a uma mudança de vida que sofreu, quando foi para uma nova escola. 

Palavras-chave

Aproveite esta oferta especial, assine a TvMais por apenas €1,30/edição. ASSINE JÁ

Mais no portal