A propósito do “Dia da Grávida”, que se assinala esta quinta feira, 9 de setembro, Diana Chaves recordou a sua gravidez e ainda o nascimento da filha, Pilar.“A minha barriga só apareceu lá para os 5 meses…”, começou por dizer a apresentadora de “Casa Feliz” recordando que o parto foi “natural”. “Não custou nada, adorei. Eu quando conto isto as pessoas dizem “’ens a certeza?’ e eu ‘absoluta’. Eu levei epidural, não me custou nada, adorei, estava lá a família toda, na altura ainda se podia…”, disse revelando que César Peixoto esteve sempre ao seu lado durante o parto e que, “apesar de nervoso, não desmaiou”.

Em conversa com João Baião, Diana confidenciou que desde que a menina nasceu descobriu uma nova forma de amar. “É um amor que não se explica e depois é engraçado que principalmente na primeira gravidez… toda a gente pergunta “’á é um amor tão grande?’, eu dizia “mais ou menos, é mas ainda não sei bem’ e depois quando nascem é todos os dias um bocadinho mais…”, explicou

“Já passaram nove anos e eu penso assim: ‘mas é possível amar mais?’ e é. Todos os dias mais um bocadinho”, acrescentou ainda antes do colega lhe perguntar para quando estaria prevista uma segunda gravidez.

Entre risos, a apresentadora revelou não se se sentir pressionada para voltar a ser mãe, deixando no ar se esse é um desejo do casal.

Palavras-chave

Aproveite esta oferta especial, assine a TvMais por apenas €1,30/edição. ASSINE JÁ

Relacionados

Mais no portal