Maria João Abreu faleceu a 13 de maio de 2021
(Foto: José Oliveira)

Ao contrário do que era esperado, a última vez que iremos ver Maria João Abreu trabalhar não será na SIC. É que enquanto gravava a novela “A Serra” e a série de comédia “Patrões Fora”, ambas para o canal de Paço de Arcos, a atriz (que partiu a 13 de maio na sequência de complicações de dois aneurismas), fez uma participação especial num documentário que irá homenagear e recordar os anos de ouro da revista à portuguesa, o género que a popularizou nos teatros do Parque Mayer, em Lisboa, e daí a lançou para a ribalta. A ideia partiu do realizador António-Pedro Vasconcelos e deverá ser transmitido ainda este ano na RTP1.

A atual edição da revista TvMais mostra imagens exclusivas dessas gravações que decorreram em secretismo entre janeiro e fevereiro deste ano na Academia de Santo Amaro, em Lisboa. Entre os vários episódios, que vão retratar o género de teatro português desde que surgiu até à atualidade, veremos a malograda artista recriar dois temas que ficaram populares em revistas: “O Cochicho” (popularizado por Beatriz Costa em 1932) e “Lisboa à Noite” (de Milú, em 1956).

Veja as imagens da participação da atriz neste documentário na atual edição da revista TvMais, já está à venda nos locais habituais e disponível ainda em formato digital

Maria João Abreu estreou-se neste género de teatro em “Toma Lá Revista”, no ano de 1987. “Quando o convite surgiu a Maria João não hesitou. Gravar um documentário sobre a revista à portuguesa, o género que ela mais gostava e onde conquistou primeiramente o carinho do público ao lado do José Raposo, era algo que ela não podia deixar de fazer. A Maria João tornou-se uma das mais populares artistas no teatro de revista e ao lado do Zé – com quem chegou a ter uma produtora [Toca dos Raposos] – esgotou salas. E agora foi como encerrar um ciclo na carreira sem se estar à espera”, revelou à TvMais uma fonte ligada ao projeto. Este será, assim, o último trabalho em que vamos ver a estrela, que partiu aos 57 anos.

“Quando o convite surgiu a Maria João não hesitou. [Revista à portuguesa] era o género de teatro que ela mais gostava e onde conquistou o carinho do público ao lado do José Raposo. Foi como encerrar um ciclo na carreira sem se estar à espera”
(diz à publicação fonte ligada ao projeto)

O elenco conta ainda com José Raposo e Ricardo Raposo (o filho mais novo do casal), para além de Flávio Gil (que dirigiu a recriação dos números), Paula Sá, Diogo Martins e Sara Brás. A produção é uma parceria entre a estação pública e a Panavideo, com o apoio de Ana Balbi. A realização ficou a cargo de Leandro Ferreira e Pedro Clérigo.

Palavras-chave

Aproveite esta oferta especial, assine a TvMais por apenas €1,30/edição. ASSINE JÁ

Relacionados

Mais no portal