Trabalharam juntos em vários projetos, mas foi em “Paixão”, que a SIC exibiu entre 2017 e 2018 que se tornaram ainda mais cúmplices. Na hora do adeus a Maria João Abreu, José Mata decidiu declarar-se num texto emotivo. “Actriz. Mãe. Avó. Amiga. Mulher. Curandeira do Mundo. Maria João, cuidadora de todos. Monstro de Palco. Rainha do Plateau. Cantora do Amor e de todas as cantigas bonitas deste Mundo. Riso inconfundível. Choro fácil. Emoção na pele e coração na boca. Poetisa das emoções. Dona do melhor abraço do mundo. Sem vergonha de Amar com intensidade. Personificação do Amor”, começa por escrever, agradecendo-lhe o tanto que lhe deu, o “tanto que aprendi”. “No Teatro e na Televisão. Na vida. Que privilégio, João. Que privilégio ser Amigo da Maior do Mundo. Agarro te pela mão com a mesma força com que sempre me abraçaste”. Emocionado, o ator, que reencontrou a amiga na novela “A Serra” assegura: “Recuso-me a despedir-me de ti. Porque sei que continuarás sempre entre nós”, prometendo em seguida: “Cuidaremos do teus. Cuidarás de nós”. José Mata deixou ainda um abraço a toda a família e rematou: “Amo-te para sempre, meu amor”.

Palavras-chave

Aproveite esta oferta especial, assine a TvMais por apenas €1,30/edição. ASSINE JÁ

Relacionados

Mais no portal