Filomena Cautela

Junto a uma imagem de uma árvore e do mar, Filomena Cautela fez, no Instagram, aquela que considera ser a “partilha mais importante” da sua conta naquela rede social. Junto a um texto que nos faz pensar, deixou um conselho para vivermos mais tranquilamente em 2020.

“Tenho visto por aqui as reflexões, umas mais baratas que outras, acompanhadas das fotos nos paraísos e, se tiver a vossa atenção, a única coisa realmente útil que me ocorre deixar vos aqui para um ano novo é o seguinte: Meditem ou começem a meditar“, começou por escrever.

A vida não é nem simples nem fácil como se prega por estes fóruns, é ingrata, injusta, traiçoeira e traidora e cruel, e para sobreviver aos dias com consciência e com poder transformador, sem ser, nas palavras dos Clã, um pateta feliz, só será possível se treinarmos a empatia, a tolerância, a gentileza, a memória, e cultivarmos a paciência e a coragem. Nos dias que correm, não me parece que haja muito que seja mais importante que isto. Convosco e com os outros“, acrescentou.

Por fim, deixou algumas ideias: “Meditem ou comecem a meditar, baixem uma app de meditação, façam no YouTube, experimentem uma aula… se eu consegui e comprovadamente sou conhecida como uma barata tonta e stressada, todos conseguem. Acreditem em mim.“.

Palavras-chave

Aproveite esta oferta especial, assine a TvMais por apenas €1,30/edição. ASSINE JÁ

Mais no portal