Qual a melhor recordação?
“É de quando toda a família se reunia em casa dos meus avós no Alentejo e fazíamos uma festa linda entre comidas típicas caseiras, muita música e amor.”


Até que idade acreditou no Pai Natal?
“Na realidade, não me recordo de me lembrar do Pai Natal. Lembro-me, sim, de me dizerem que, se me portasse bem, o pai e a mãe ofereciam uma prenda no Dia de Natal. Acho que sempre tive a noção que eram eles que metiam o presente debaixo da árvore.”


O que mais gosta de comer na Consoada?
“Adoro os doces de Natal, entre os meus favoritos estão os sonhos de abóbora, rabanadas, broas e, claro, os chocolates que se comem nesta época.”


Um presente especial
“Lembro-me de um que os meus avós paternos me ofereceram. Era ainda muito pequenina e já há muito tempo que desejava um pequeno berço para as minhas bonecas. Quando finalmente o recebi, senti-me a menina mais feliz de sempre e usei-o por muitos anos.”

 

O que ofereceria aos outros mentores?
“Para a Marisa, uma volta ao mundo porque foi um ano intenso. Ao António Zambujo, experiências gastronómicas pelas várias regiões do País. E ao Diogo, quando a bebé nascer, uma semana de baby sitting para que ele possa voltar a dormir uns dias.”


Música de Natal preferida?
“Gosto muito de várias músicas de Natal, mas o ‘Have Yourself a Merry Little Christmas’ e o ‘White Christmas’ são especiais.”


Para mim o Natal é…
“Família, amor, união, entreajuda… É magia!”


Qual o maior sonho para 2020?
“Continua a ser muita saúde para todos, trabalho e muito amor… É a base para que todos possamos ser felizes.”

Palavras-chave

Aproveite esta oferta especial, assine a TvMais por apenas €1,30/edição. ASSINE JÁ

Mais no portal