Inês Herédia

Este sábado, dia 19, Inês Herédia foi entrevistada por Fátima Lopes em “Conta-me como És”, da TVI. Nesta conversa intimista, a atriz e cantora falou sobre as dificuldades que passou para assumir a sexualidade.

“O preconceito era meu. Eu não queria aquilo, achava que estava tudo errado, que ia para o inferno. Ia contra tudo o que eu sempre quis. Eu queria ser mãe, olhava à volta e queria ter uma família. Não fazia sentido ter uma mulher ao meu lado“, disse Inês, admitindo que escondeu a verdade de todos os que lhe eram mais próximos. 

Educada no seio de uma família católica, a atriz e cantora explica que as suas origens não a ajudaram a lidar com esta situação: “Cresci num sítio em que isto não existe. É muito difícil as pessoas perceberem o que é viver 18 anos sem saber que qualquer coisa existe. Eu sabia que havia qualquer coisa estranha comigo, mas não conseguia pôr uma etiqueta naquilo. Vivia na solidão“.

Contudo, a verdade acabou por vir ao de cima. Inês começou a falar com quem lhe era mais próximo, deixando os pais para o fim. “Achei que o meu pai ia ser a pessoa mais difícil. Ele disse-me: ‘Já passei por tanta coisa na vida, isto para mim não é um problema’. E a minha mãeficou chateada por não lhe ter contado, porque sempre partilhámos tudo. A reação dos meus pais foi de amor”, recorda, alivida. 

Gabriela Sobral e Inês Herédia

Atualmente, Inês Herédia assume ser uma mulher feliz. Casada desde fevereiro de 2018 com Gabriela Sobral, a atriz admite ter encontrado a companheira de vida e estar feliz na relação. As duas são mães de Tomás e Luís, gémeos que nasceram em dezembro de 2018 com recurso a inseminação artificial. 

Apesar do entraves que via inicialmente, Inês Herédia conseguiu construir a família com que sempre sonhou. 

No vídeo, veja ainda Inês Herédia a contar como  mudou desde o nascimento dos filhos. 

Palavras-chave

Aproveite esta oferta especial, assine a TvMais por apenas €1,30/edição. ASSINE JÁ

Relacionados

Mais no portal