Neymar está a viver um dos momentos mais complicados da sua carreira. A enfrentar uma acusação de violação, o jogador publicou um vídeo para se defender e acabou por ser acusado de outro crime.

O que diz a acusação

Na sexta-feira, 31 de maio, uma mulher brasileira de 26 anos apresentou queixa na polícia onde afirma que foi violada pelo jogador. Segundo o documento, a jovem afirma que Neymar convidou-a para encontrá-lo em Paris, e que foi violada a 15 de maio, num hotel na capital francesa. A mulher diz que o jogador chegou no hotel por volta das 20h00 “aparentemente embriagado”, que os dois começaram a conversar, trocaram “carícias” e que Neymar tornou-se agressivo: “mediante violência, praticou relação sexual contra a vontade da vítima”, diz o documento. A mulher diz que teve medo de registar a violação na França e decidiu regressar ao Brasil no dia 17 de maio.

A defesa

No sábado, Neymar publicou um vídeo no seu Instagram no qual se defende das acusações e diz ter sido vítima de uma “armadilha”. O jogador publicou também todas as conversas que teve com a mulher através da aplicação de mensagens “Whatsapp”.

Veja o que diz Neymar, no vídeo.

As conversas mostram que o jogador e a mulher falavam-se desde março. Os diálogos revelam mensagens “quentes” trocadas entre Neymar e a jovem, nas quais combinavam o momento do encontro. O conteúdo divulgado por Neymar ainda revela que, no dia 16, um dia depois da suposta violação, a mulher convidou-o mais uma vez para o hotel, pediu-lhe que trouxesse um vinho. A mulher também pediu a Neymar um presente para levar ao seu filho, que é grande fã do jogador.

Nova investigação

Porém, entre as conversas estavam as fotos que a jovem enviou a Neymar. No Brasil, a divulgação de fotos íntimas é crime, com pena de um a cinco anos de prisão, o que fez a Delegacia de Rpressão de Crimes de Informática abrir uma investigação contra o jogador. Neymar encontra-se no Brasil em concentração com outros jogadores da seleção brasileira, que se preparam para a competição Copa América. A polícia brasileira enviou oficiais até a quinta onde a equipa está a treinar, para ouvir o jogador e colher informações. Entretanto, Neymar já apagou o vídeo que tinha sido publicado no sábado.

O caso das fotos será investigado junto com o processo de violação.

Relacionados

Mais no portal